Ira

Quando eu procurava por um nome para o blog, acabei encontrando o blog O Viajante. Esse, aliás, seria o nome do blog. Fiquei triste. Mas aí eu fiquei feliz, depois de ler o (aparentemente único) post d’O Viajante.

O ex-conterrâneo que escreveu este texto estava de mal com o mundo, dor de cabeça e com o cú ardendo. Na verdade, estava de mal com o Brasil somente, esta terra cheia de contrastes e paradoxos, e com muitas razões até. Nossos governantes e nossa população não param de nos dar bons motivos. Os primeiros todos sabem o porque, os motivos são recorrentes. E os segundos por continuarem a eleger os mesmos do primeiro tipo. Chega a ser revoltante esse vício, como qualquer outro vício.

O autor não se identificou, ou pelo menos não há indícios. Talvez ele quisesse ser um herói anônimo, talvez quisesse evitar ser o primeiro a ir pro paredão quando estourasse a revolução ou talvez tivesse medo que sua mãe lesse e cortasse a mesada (não há menção de idade também). Isso, porém, é pura especulação e zoação. Apesar disso, tudo que esse novo-londrino(ele diz ter se mudado para lá “do outro lado do atlântico”) escreve sobre algo revoltante, algo que a mídia não divulgou muito bem por estar ocupada demais transmitindo algum reality show e pra não fazer muito alarde, né? Caso contrário, poderíamos ter muitos mais blogs como o do camarada aí.

Ele fala sobre… não, não vou tentar explicar aqui. Eu acabaria distorcendo alguma coisa e deixaria fora de contexto, e aí não presta. Vou copiar >aqui< no blog. Sem permissão do autor, mas com o devido reconhecimento, acho que ele não vai se opor. Só com a minha apresentação dele. Liga não cara, é só zoeira. Eu sugiro que você clique >aqui< e leia antes de continuar.

Talvez você já soubesse da notícia. É de certa maneira, assustador. Assustador que um pedaço nacional seja agora de outro país, distante 7753 km de nós. Um país bem conhecido por atacar outros países em nome de seus ideais. Não que sejamos o próximo Iraque da lista, mas entre outras razões de (raiva/medo/ansiedade/cagaço), uma base estado-unidense no Brasil é ponto estratégico contra a Bolívia ou Venezuela. E aí de quem seria a culpa? Deles? Nossa? Vai depender pra qual lado a balança da mídia internacional vai pender.

Bolívia atualmente tem sido notícia com as FARCs, que já tem gerado bastante briga com EUA. E também é grande produtora e fornecedora mundial de cocaína. Droga ilícita, mais uma boa desculpa para invasões.

A Venezuela é liderada por uma ditadura atualmente e foi essa a desculpa que o governo Bush usou para ir atrás de Saddam. As teorias da conspiração dizem que eles na verdade foram atrás do petróleo deles, mas quem vai acreditar nisso?

Mas isso foi devaneio. Isso que O Viajante reclamou tanto se trata do Acordo de Salvaguarda Tecnológica Brasil-EUA, ou AST Brasil-EUA, assunto bem polêmico na época em que estava sendo firmado.

Começo da década, do século, do novo milênio, em 2001. De acordo com o Panorama Espacial , blog que trata exatamente de assuntos como esse (que sorte, não?), a AST não concede, de fato, soberania aos EUA dentro de uma certa área do país. Trata-se apenas de uma base de pesquisas, junto à várias outras bases de outros paises acordados com o Brasil também.

Quanto ao fato dos contêiners fechados, que parece algo extremamente suspeito, possui sua explicação racional. Durval Henriques da Silva Filho escreveu um papel tratando brevemente sobre a história política e econômica dos consórcios internacionais de lançamentos espaciais.

Certa feita, uma empresa chinesa iria lançar um satélite americano. O lançamento não deu certo e após as avaliações do acidente, os sistemas de precisão chineses melhoraram exponencialmente. Depois dessa, os EUA ficou acuado, meio assim-assim em deixar sua tecnologia tão na mão de outros paises.  (O papel de Durval está linkado no fim do post. Essa informação tá na pág.6)

Você pode concordar ou não com a opinião do nosso amigo Viajante, mas eu penso que ele só precisou de uma desculpa (equivocada, não esfarrapada) e tudo que ele fez foi escrever “no papel” tudo aquilo que pensamos mas não dizemos, só que mais… enfático.

Se você quiser mais info olhe:

Aqui: www.oviajante.blogspot.com;

Aqui: FOLHA Online;

Aqui: Mídia Independente

Aqui: Panorama Espacial

Aqui: Jornal da Ciência

E aqui: Durval Henriques – Link para PDF

P.S.: 7753km é a distância entre Rio de Janeiro capital e Nova-Iorque. Entre o Rio e São Luiz no Maranhão, localidade da base de CLA, é de 3015km.

Anúncios

Cuspa pensamentos.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Política em Blog

Por Leonardo Távora | Para entender e discutir a política!

World Fabi Books

Mundo alucinado de Fabi

%d blogueiros gostam disto: